Faça sua doação

Homenagem a Winter,

Postado em: 29/03/2018

Winter,

 

Uma fêmea com nome de Inverno, mas que nos trouxe calor, esperança e luz para o recomeço de nossa escola.

 

Winter foi uma cão guia treinada por mim em 2006, na cidade de Melbourne – Austrália. Depois de formada adaptamos ela com sua primeira parceira de trabalho, Penny Stevenson, uma moça admirável.

 

Depois de quase dois anos, Penny conseguiu realizar o sonho de ser chamada para uma especialização em sua área de atuação profissional. Porém, ela deveria se mudar para outro país. Teria de morar em um alojamento e não haveria condições adequadas para permanência de Winter na época. Isto se tornou um impedimento para Penny, ela não queria se afastar da sua amiga e parceira de trabalho….mas algo maior estava reservado para nossa querida Winter.

 

Ajudamos Penny a decidir pelo melhor em sua carreira, pois era uma oportunidade ímpar em seu crescimento profissional. Mas o que de fato fez com que ela aceitasse a separação de Winter foi a idéia maravilhosa que meu Professor e Mestre, Ian Cox, teve nesse interim.

 

Pleiteamos junto a Seeing Eye Dogs Australia, escola onde me formei, proprietária de Winter, que ela voltasse ao Brasil comigo, logo após minha graduação. Nunca na história da Instituição Australiana, um cão guia “Seeing Eye Dog” havia deixado o país para ser adaptado em terras além mar. Levaram em conta os esforços da nossa escola Helen Keller para me manter na Austrália em formação e dos meus resultados alcançados; decidiram por libera-la para viver em terras brazucas!!! Começava aí a transmutação do sonho novamente em realidade. Um sonho buscado pelo nosso saudoso fundador Dr. Augusto Gonzaga, que havia sucumbido às dificuldades; retomado pelo Sr. João Diel, em um sonho primário de auxiliar seu filho, o Figue, retomou os esforços em reconstruir o trabalho hora desistido.

 

Quando Sr. João proporcionou condições para que eu fosse graduar-me fora do país, não esperávamos conseguir nada além da formação profissional, retornar e aí sim iniciarmos os trabalhos práticos em formar cães guias de fato. Seu filho, o Figue, teria que aguardar anos ainda para conquistar a “liberdade” almejada. A notícia da chegada breve de Winter e a consequente adaptação entre os dois tomou-nos de assalto. Era muito compensador depois de tantos desafios nesse processo que parecia até irreal tal notícia.

 

Winter tinha as características adequadas para o Figue. Foi a formação de uma parceria que trouxe muito mais a escola…a possibilidade de retomar os trabalhos no Brasil e estender o auxílio a outros que tanto necessitavam. A partir da nossa “loira”, como gostávamos de chama-la, o caminho da escola para onde estamos hoje, sendo referência mundial como única escola da América Latina Membro IGDF (International Guide Dog Federation), foi conquistado.

 

A saudade vai ficar, mas junto com ela a lembrança e honra de ter tido ela ao nosso lado, de maneira tão intensa e sincera. Fez Figue, Eu e muitos mais muito felizes pelo tempo que esteve entre nós.

 

Devemos muito a essa cão guia fantástica, outro exemplo de abnegação e dedicação que a “raça” humana deveria perceber mais.

 

Roncava como poucas. Agora vai embriagar os ouvidos de quem estiver com ela no céu…rsrsrsrs.

 

Descansa em paz “LOIRA”.